5 Dicas para Economizar Combustível ao Dirigir

Dicas Gerais Sustentabilidade

Os impostos só aumentam, e desse modo, os combustíveis também ganham um aumento significativo em diversos postos de abastecimento de todo o Brasil.

É importantíssimo ter cuidado com o bolso e com todas as atividades que são realizadas ao passo que você esteja no volante do seu automóvel.

O aumento que se apresenta nas bombas de gasolina e combustíveis em geral, corresponde ao quantitativo que aumenta do PIS/Cofins. A quantidade é muito maior, alcançado até 9,12% do preço de abastecimento.

Em relação a isso, deixamos aqui algumas ideias que podem auxiliar o motorista a fazer uma economia visível com o combustível do seu veículo.

Aqui estão dicas e truques simples que possibilitam da render o seu combustível de forma efetiva.

Antes de qualquer coisa, tenha em mente que é preciso acalmar os pés pesados. Acelerar de forma bruscas? Jamais.

Siga as 5 dicas imprescindíveis para dar um descanso ao seu bolso e aos gastos relacionados aos seu veículo.

1 – Pise com cuidado no freio e no acelerador

Assim como já comentado, a aceleração de um jeito brusco, faz com que se o gasto do combustível aumente. Portanto, pisar no acelerador ou no freio deve ocorrer de forma progressiva.

Se for preciso parar, já antecipe o pé no pedal, lentamente. O motor será o responsável por reduzir a velocidade do carro. Não pise no freio de forma brusca, logo em cima da lombada ou do sinal que fechou. A força dessa atitude pode promover um gasto gigante da gasolina.

2 – Freio motor e elementos de bordo

O uso do freio motor em alguns declives elevados é imprescindível. Já ouviu falar da “banguela”? Ela, por seu caráter perigoso, não economiza o combustível de carros mais novos.

Assim que desça a serra, por exemplo, de um carro automático, faça com que o veículo esteja em seletor de marcha de redução maior que o do seu drive.

Outra ideia é fazer a configuração de computador para haja a apresentação do quanto está sendo consumido de modo imediato e o consumo em média. Preste atenção aos números. Logo, você se adaptará a todos métodos estratégicos para que sua direção esbanje economia.

Veja Também:

  • Serviços Automotivos: Revista Super Speed e Kart Racing
  • O Futuro do Diesel: Como Ganhar Dinheiro nesse Ramo: Óleo Vegetal para Biodiesel

3 – Marchas

Não estique as marchas, caso não ocorra a necessidade. É importante que se faça trocas de rotações adequadas com a sua direção.

Por exemplo, em situações de o veículo ter conta-giros, busque fazer o motor trabalhar em rotações que fiquem perto, ou reduzidas, relativas ao torque maior.

Não permita que o ponteiro siga ou esteja perto da rotação máxima de potência.

Vários automóveis modernos disponibilizam indicadores que revelam os instantes em que ocorre a maior economia em relação às trocas de marchas.

Use as marchas a ponto que queira fazer uma economia maior da gasolina.

Em situação que o automóvel já tem caixa com 6 marchas, é importante lembrar de fazer uso da sexta marcha nas estradas.

Parece um tanto óbvio, porém, muitos condutores esquecem e acabam mantendo a marcha sempre em 5ª, ainda quando está viajando nas estradas.

4 – O combustível e a velocidade

Se a pretensão economizar seu combustível, ande em ritmo que seja mais lento que o comum, ainda mais nas velocidades que discorrem além dos 100km/h. A direção deve ter sensibilidade e leveza, reiteradamente.

O tipo do combustível também pode ser um meio de economizar. No caso da gasolina, as aditivadas conseguem fazer uma espécie de limpeza no motor e costumam ter um valor, às vezes, melhor que a comum.

5 – Manutenções e calibragens

É relevante que se mantenha os pneus sempre bem alinhados e na pressão correta. Calibre os pneus toda a semana – se você costuma andar de carro diariamente. Lembre-se que é fundamental que os pneus estejam frios no ato da calibragem.

Equipe Ecological Expeditions