Yearly Archives: 2018

5 Dicas para Economizar Combustível ao Dirigir

Os impostos só aumentam, e desse modo, os combustíveis também ganham um aumento significativo em diversos postos de abastecimento de todo o Brasil.

É importantíssimo ter cuidado com o bolso e com todas as atividades que são realizadas ao passo que você esteja no volante do seu automóvel.

O aumento que se apresenta nas bombas de gasolina e combustíveis em geral, corresponde ao quantitativo que aumenta do PIS/Cofins. A quantidade é muito maior, alcançado até 9,12% do preço de abastecimento.

Em relação a isso, deixamos aqui algumas ideias que podem auxiliar o motorista a fazer uma economia visível com o combustível do seu veículo.

Aqui estão dicas e truques simples que possibilitam da render o seu combustível de forma efetiva.

Antes de qualquer coisa, tenha em mente que é preciso acalmar os pés pesados. Acelerar de forma bruscas? Jamais.

Siga as 5 dicas imprescindíveis para dar um descanso ao seu bolso e aos gastos relacionados aos seu veículo.

 

1 – Pise com cuidado no freio e no acelerador

Assim como já comentado, a aceleração de um jeito brusco, faz com que se o gasto do combustível aumente. Portanto, pisar no acelerador ou no freio deve ocorrer de forma progressiva.

Se for preciso parar, já antecipe o pé no pedal, lentamente. O motor será o responsável por reduzir a velocidade do carro. Não pise no freio de forma brusca, logo em cima da lombada ou do sinal que fechou. A força dessa atitude pode promover um gasto gigante da gasolina.

2 – Freio motor e elementos de bordo

O uso do freio motor em alguns declives elevados é imprescindível. Já ouviu falar da “banguela”? Ela, por seu caráter perigoso, não economiza o combustível de carros mais novos.

Assim que desça a serra, por exemplo, de um carro automático, faça com que o veículo esteja em seletor de marcha de redução maior que o do seu drive.

Outra ideia é fazer a configuração de computador para haja a apresentação do quanto está sendo consumido de modo imediato e o consumo em média. Preste atenção aos números. Logo, você se adaptará a todos métodos estratégicos para que sua direção esbanje economia.

Veja Também:

3 – Marchas

Não estique as marchas, caso não ocorra a necessidade. É importante que se faça trocas de rotações adequadas com a sua direção.

Por exemplo, em situações de o veículo ter conta-giros, busque fazer o motor trabalhar em rotações que fiquem perto, ou reduzidas, relativas ao torque maior.

Não permita que o ponteiro siga ou esteja perto da rotação máxima de potência.

Vários automóveis modernos disponibilizam indicadores que revelam os instantes em que ocorre a maior economia em relação às trocas de marchas.

Use as marchas a ponto que queira fazer uma economia maior da gasolina.

Em situação que o automóvel já tem caixa com 6 marchas, é importante lembrar de fazer uso da sexta marcha nas estradas.

Parece um tanto óbvio, porém, muitos condutores esquecem e acabam mantendo a marcha sempre em 5ª, ainda quando está viajando nas estradas.

4 – O combustível e a velocidade

Se a pretensão economizar seu combustível, ande em ritmo que seja mais lento que o comum, ainda mais nas velocidades que discorrem além dos 100km/h. A direção deve ter sensibilidade e leveza, reiteradamente.

O tipo do combustível também pode ser um meio de economizar. No caso da gasolina, as aditivadas conseguem fazer uma espécie de limpeza no motor e costumam ter um valor, às vezes, melhor que a comum.

5 – Manutenções e calibragens

É relevante que se mantenha os pneus sempre bem alinhados e na pressão correta. Calibre os pneus toda a semana – se você costuma andar de carro diariamente. Lembre-se que é fundamental que os pneus estejam frios no ato da calibragem.

Equipe Ecological Expeditions

 

Published by:
Dicas Gerais Sustentabilidade

Como Economizar Energia Elétrica Residencial – 5 Maneiras Eficientes

luz-eletrica

Pensar em como economizar energia elétrica residencial vem sendo o grande desafio das pessoas que buscam diminuir os custos residenciais.

Mas, para entender como economizar energia elétrica residencial, você precisa seguir alguns procedimentos simples.

Em épocas de crise, temos que enxugar os gastos e buscar maneiras de diminuir as contas, e uma maneira de ajudar no orçamento do mês é saber como economizar energia elétrica residencial.

Veja Mais Aqui Também:

  1. Passo a Passo para Abrir uma Empresa de Reciclagem de Óleo Vegetal
  2. Como Criar uma ONG e Ganhar Dinheiro

É difícil conseguir economizar energia elétrica residencial?

Bem, mas como você pode fazer para economizar energia elétrica e evitar o desperdício de energia? Que atitudes simples podem ser feitas a fim de ajudar o seu bolso?

Veja:

1. Troque as lâmpadas

Os modelos de lâmpadas existentes no mercado diferem principalmente no preço e na economia de energia.

É importante entender que pagar menos em uma lâmpada pode gerar um aumento considerável na sua conta de luz mais tarde.

Os principais modelos são:

  • Lâmpadas Comuns Incandescentes

São mais baratas, fáceis de serem recicladas e não apresentam materiais tóxicos em sua composição.

Porém, gastam muita energia e são pouco eficientes, uma vez que somente entre 5 a 10% da energia elétrica é gasta para que você consiga acender e seja transformada em luz (o restante vira calor e é dissipado no ambiente).

  • Lâmpadas Fluorescentes

São eficientes e econômicas. Apesar de serem mais caras que as comuns, são muito mais duráveis. Atualmente existem versões compactas e em diferentes tonalidades.

Você sabia que existem também lâmpadas feitas de garrafas PET?

Para locais com telhado simples (sem forro) como galpões, garagens e edículas, é possível fazer alguns furos nas telhas e fixar garrafas PET transparentes, cheias de água. A iluminação produzida é impressionante e não gasta nenhum centavo!

  • Lâmpadas de LED

Devido a tecnologia avançada em relação às demais, este modelo é muito econômico, não é composto por nenhum material nocivo à saúde e ao meio ambiente, não transmite calor e é o mais durável e eficiente.

Contudo, seu valor ainda é bastante elevado.

Por esse motivo, recomendamos utilizar as lâmpadas fluorescentes compactas em sua casa e as de LED apenas em pontos de destaque, como em spots e arandelas.

2. Desligue os aparelhos das tomadas

Se você achava que isso era um mito, pode pensar duas vezes.

Essa é uma das melhores formas de economizar, uma vez que diversos aparelhos ficam em stand-by para manter o funcionamento de sensores e relógios.

Logo, evite deixar o microondas, DVDs e TVs conectados às tomadas.

Sabe qual é outro grande sugador de energia?

O carregador de celular! Sempre que não estiver usando, tire-o da tomada.

Fazer isso evita também que os aparelhos sejam queimados após a queda de um raio, por exemplo.

3. Fique menos tempo no banho

Se você quer mesmo economizar, tome banho mais curtos, mude a chave do chuveiro para verão (assim que esquentar um pouquinho) ou substitua o modelo elétrico por um que tenha outro sistema para esquentar a água, como gás ou solar.

4. Troque os eletrodomésticos sempre que eles ficarem velhos

Sabemos que é difícil desapegar de alguns itens, mas eles podem estar utilizando muito mais energia do que deveriam, devido a tecnologia ultrapassada ou a falta de manutenção adequada.

5. Apague as luzes

Parece clichê e, bem, realmente é.

Mas, apagar as luzes quando deixar um ambiente é o que podemos chamar de passo zero para uma boa economia na energia elétrica residencial.

preservar-meio-ambiente

Economizar também ajuda no meio ambiente, sabia?

Você sabia que economizar energia também contribui com o meio ambiente?

Isso acontece porque o custo e gastos com as hidrelétricas podem ser revertidas, assim, o que você consumia, acaba retornando ao meio ambiente.

Por isso, com algumas precauções simples você já consegue saber como economizar energia elétrica residencial, reduzindo consideravelmente o consumo.

Além disso você pode também conseguir ter um dinheirinho a mais no final do mês para comprar aquele objeto de desejo ou para passear com a família.

Equipe Ecological Expeditions

Published by: